Áreas de Atuação

Concreto

Uma das maiores empresas de concreto do Brasil, a Polimix Concreto possui 185 unidades, presença em 7 países (Brasil, Argentina, Bolívia, Peru, Colômbia, Panamá e Estados Unidos) e capacidade anual para produzir 12 milhões de metros cúbicos de concreto.
Com o apoio de seu avançado laboratório tecnológico, oferece um serviço de qualidade para todos os tipos de concreto, e para obras grandes ou pequenas. Sua estrutura conta com unidades fixas e móveis, com todo o equipamento, material e operação a serviço do cliente.

Agregados

A Polimix Agregados fornece diferentes tipos de brita e areia industrial para diversas aplicações na construção civil. Com cerca de 600 integrantes, sua capacidade instalada é de 15.380.000 t/ano.
Em São Paulo atua também na área de asfalto e reciclagem de construção, que recebe resíduos de concreto e, pelo processo de britagem e peneiramento, transforma-os novamente em matéria-prima para a construção civil. Sua capacidade de produção de material reciclado é de 240.000 t/ano.

Cimento

Com cerca de 730 integrantes em fábricas próprias e Centros de Distribuição, a Mizu Cimentos Especias tem capacidade anual para fornecer 7.020.000 toneladas de cimento.

Transporte a Granel

A LOGmix é uma empresa de transporte a granel que atende a todas as regiões do Brasil. Possui 440 carretas que transportam mais de 2.500.000 t/ano.

Argamassa

A Ecomix e Construcola possuem uma linha completa de argamassas: tradicional, colante, chapisco, projetável, assentamento estrutural e rejunte. A combinação de tecnologia e matéria-prima de qualidade resultam em ganho de produtividade, eficiência e economia os clientes.
Com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, tem capacidade para produzir 565.000 t/ano.

Cal Industrial

A Organização Polimix, com parceiros estratégicos, produz cal para diversos segmentos: siderurgia, papel e celulose, química, meio ambiente, mineração, metais não-ferrosos, açúcar e álcool e construção civil, entre outros.
A CNN, localizada no Rio Grande do Norte, produz e comercializa cal industrial virgem e hidratada para os mercados do Norte e Nordeste do Brasil. Com equipe qualificada e equipamentos de alta tecnologia, garante excelente qualidade da cal, desenvolvendo constantemente novos produtos e aplicações. Capacidade instalada: 260.000 t/ano.
A Unical está localizada em Minas Gerais e possui equipamentos de última geração que permitem uma produção de cal de altíssima qualidade. Capacidade instalada: 260.000 t/ano.
A Dolocal, também em Minas Gerais, produz cal virgem dolomítica de qualidade, atendendo principalmente o setor siderúrgico. Capacidade instalada: 75.000 t/ano.

Energia Renovável

A Polimix Energia é a área da Organização que investe em biocombustível e energia renovável. O objetivo é investir em fontes naturais de energia, substituindo o uso de combustíveis fósseis, contribuindo para a redução da emissão de gases que agravam o efeito estufa.

Bioenergia: produz etanol, combustível renovável e biodegradável, extraído da cana-de-açúcar, e energia através de biomassa. A DVPA (Destilaria do Vale do Paracatu) em Minas Gerais e a Agrisa no Rio de Janeiro produzem por ano 168 milhões litros/safra e 28 MW.

Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs): participação em unidades no estado do Mato Grosso, somando uma capacidade instalada de 71,5 MW.

Energia Solar: 32 plantas fotovoltaicas para geração de energia elétrica limpa e renovável. A potência total instalada será de 4.200 kW suprindo cerca de 85% do consumo de energia da Polimix Concreto no Brasil. Também possui 4 projetos de geração de energia solar no estado da Bahia. Juntas essas usinas solares possuirão 243.000 kW de potência instalada, energia suficiente para abastecer 350 mil residências.

Energia Eólica: participação em quatro projetos nos estados do Rio Grande do Norte, com capacidade para gerar 300 MW de energia limpa.

Upcycling

Desde 2015 a Organização Polimix passou a investir em economia circular com o objetivo de transformar resíduos em produtos que possam ser reutilizados como matéria prima. Assim criou-se a Polimix Ambiental em Santana de Parnaíba/SP, com projeto de expansão para outras cidades.
Com o emprego de uma avançada tecnologia, a Polimix Ambiental transforma pneus inservíveis e resíduos de borracha em negro de carbono, óleo combustível e aço para diversas aplicações, reduzindo o passivo ambiental.

Porto

O Porto Central é um projeto portuário privado único no Brasil. O projeto tem como acionista a TPK Logística S.A (que tem a Polimix como principal investidora). Trata-se de um novo complexo industrial portuário greenfield estrategicamente localizado no sul do Estado do Espírito Santo, no centro da costa leste do Brasil e próximo aos principais centros de produção e consumo do país. O Porto Central será um porto de águas profundas multi­-propósito e servirá diversos segmentos de negócios, tais como óleo e gás, indústria offshore, contêiner, carga geral, agronegócio, mineração, energia e etc.