Revitalização de Pacatuba

Em 29/12/2002, iniciava o aquecimento do forno da fábrica da Mizu em Pacatuba, no estado de Sergipe.

Fruto do espírito empreendedor dos acionistas da Polimix e do pioneirismo de engenheiros brasileiros, saía do papel a primeira fábrica de cimento projetada 100% no Brasil.

Naquela época, pouca se falava em China e, numa estratégia ousada, compramos os principais equipamentos deste país, com tecnologia semelhante à de países europeus, e que com o tempo comprovaram ter um ótimo desempenho.

Como a nossa Filosofia Empresarial é centrada no ser humano e na valorização da mão de obra local, a maioria dos integrantes da planta foi contratada nas cidades próximas ao empreendimento e permanecem até hoje na unidade.

À época eram jovens que haviam recém concluído o segundo grau, que foram treinados intensivamente e hoje ocupam posições de liderança.

O desgaste natural da fábrica, que foi acelerado pela maresia após 18 anos de funcionamento, obrigou-nos a efetuar uma completa revitalização e modernização da unidade, que incluiu:

– construção e reformas dos galpões, correias transportadoras e escritório administrativo;

– serviços de revitalização e manutenção geral dos silos, moagem, clinquerização, condicionamento de gases e resfriador;

– revisão e ajustes gerais de toda a parte elétrica.

De cara nova, Pacatuba reinicia este mês suas atividades.

Um recomeço para atender ainda melhor nossos clientes da região.